mASCARA

Brasil e Argentina dominam a seleção da Copa América da Jovem Pan; confira

Por Redação em 10/07/2021 às 23:10:00

A Copa América passou por uma série de reviravoltas, sendo adiada em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, ficando sem sede após as desistências das autoridades de Argentina e Colômbia e sendo transferida de última hora para o território brasileiro. Apesar das incertezas, o torneio continental foi finalizado neste sábado, 10, no Maracanã, com o título da Argentina. Acompanhando de perto, a Jovem Pan transmitiu as partidas em todas as suas plataformas, trouxe informações das seleções ao longo do torneio e também contou com seus qualificados analistas para observar tudo o que englobava a competição. Agora, chegou o momento de montar a seleção do campeonato! Com base na opinião da equipe de Esportes, formada por comentaristas, narradores, apresentadores, repórteres, produtores e redatores, a JP escolheu o time da Copa América com os jogadores mais votados de cada posição.

Finalistas, Brasil e Argentina rechearam a seleção montada pelos profissionais do Grupo Jovem Pan. A Canarinho emplacou cinco atletas e ainda consagrou o professor Tite como melhor treinador. A Albiceleste, por sua vez, conseguiu o feito de colocar quatro jogadores no time ideal, incluindo Lionel Messi, eleito o craque do campeonato. Assim, a seleção da JP tem: Emiliano Martínez (Argentina); Molina (Argentina), Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Tagliafico (Argentina); Casemiro (Brasil), Lucas Paquetá (Brasil) e Messi (Argentina); Neymar (Brasil), Luís Díaz (Colômbia) e Lapadula (Peru).

O craque

Lionel Messi chuta a bola com a perna esquerda durante jogo contra o Chile; jogador rival aparece desfocado

Messi foi eleito o craque da Copa América pelo Grupo Jovem Pam

Golaços de falta, pintura por cobertura, passes magistrais, caneta em adversários… Lionel Messi deu show na Copa América 2020 e, não à toa, foi eleito o craque por todos os 20 votantes. Regendo o meio-campo da Argentina, o “extraterrestre” fez com que os “hermanos” voltassem a sonhar com uma taça, algo que não acontecia desde 1993. Em todos os jogos do time na competição, tirando a grande decisão o astro participou de ao menos uma ação ofensiva que resultou em gol, terminando o torneio como artilheiro e “garçom”.

Veja quantos votos cada um recebeu:

  • Emiliano Martínez (Argentina/goleiro) – 13 votos
  • Molina (Argentina/lateral-direito) – 6 votos
  • Marquinhos (Brasil/zagueiro) – 18 votos
  • Thiago Silva (Brasil/zagueiro) – 11 votos
  • Tagliafico (Argentina/zagueiro) – 7 votos
  • Casemiro (Brasil/volante) – 16 votos
  • Lucas Paquetá (Brasil/meia) – 14 votos
  • Messi (Argentina/meia-atacante) – 20 votos
  • Neymar (Brasil/atacante) – 20 votos
  • Lapadula (Peru/atacante) – 7 votos
  • Luís Díaz (Colômbia/atacante) – 10 votos
  • Tite (Brasil/técnico) – 17 votos

Confira como os profissionais da Jovem Pan votaram:

Vampeta (comentarista) – Emiliano Martínez (Argentina); Isla (Chile), Thiago Silva (Brasil), Marquinhos (Brasil) e Tagliafico (Argentina); Vidal (Chile), Di María (Argentina), Messi (Argentina), Neymar (Brasil) e Lautaro Martínez (Argentina). Treinador: Reinaldo Rueda (Colômbia). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Bruno Prado (comentarista) – Emiliano Martínez (Argentina); Corzo (Peru), Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Tesillo (Colômbia); Casemiro (Brasil), De Paul (Argentina) e Lucas Paquetá (Brasil); Neymar (Brasil), Messi (Argentina) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Flavio Prado (comentarista) – Ospina (Colômbia); Corzo (Peru), Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Tesillo (Colômbia); Casemiro (Brasil), De Paul (Argentina) e Lucas Paquetá (Brasil); Neymar (Brasil), Messi (Argentina) e Zapata (Colômbia). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Mauro Beting (comentarista) – Ederson (Brasil); Danilo (Brasil), Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Tagliafico (Argentina); Casemiro (Brasil), Lucas Paquetá (Brasil) e Lo Celso (Argentina); Luís Díaz (Colômbia), Messi (Argentina) e Neymar (Brasil). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Caíque Silva (setorista do Corinthians) – Emiliano Martínez (Argentina); Molina (Argentina), Thiago Silva (Brasil), Pezella (Argentina) e Tagliafico (Argentina); Valverde (Uruguai), Lucas Paquetá (Brasil) e Messi (Argentina); Neymar (Brasil), Luís Díaz (Colômbia) e Lautaro Martínez (Argentina). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Pedro Marques (setorista do Palmeiras) – Emiliano Martínez (Argentina); Molina (Argentina), Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Renan Lodi (Brasil); Casemiro (Brasil), Paredes (Argentina) e Lucas Paquetá (Brasil); Luís Díaz (Colômbia), Messi (Argentina) e Neymar (Brasil). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Diogo Mesquita (setorista do Santos) – Emiliano Martínez (Argentina); Muñoz (Colômbia), Marquinhos (Brasil), Gustavo Gómez (Paraguai) e Renan Lodi (Brasil); Paredes (Argentina), Paquetá (Brasil) e Papu Gómez (Argentina); Neymar (Brasil), Messi (Argentina) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Giovanni Chacon (setorista do São Paulo) – Emiliano Martínez (Argentina); Molina (Argentina), Marquinhos (Brasil), Yerry Mina (Colômbia) e Estupiñan (Equador); Casemiro (Brasil), Paquetá (Brasil) e Messi (Argentina); Luis Díaz (Colômbia), Neymar (Brasil) e Lautaro Martínez (Argentina). Melhor treinador: Reinaldo Rueda (Colômbia). Craque do campeonato: Messi.

Flávia Matos (redatora) – Emiliano Martínez (Argentina); Danilo (Brasil), Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Tagliafico (Argentina); Cuadrado (Colômbia), Casemiro (Brasil) e De Paul (Argentina); Neymar (Brasil), Messi (Argentina) e Richarlison (Brasil). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Pedro Sciola (redator) – Emiliano Martínez (Argentina); Molina (Argentina), Pezzella (Argentina), Marquinhos (Brasil) e Tagliafico (Argentina); Casemiro (Brasil); Lucas Paquetá (Brasil) e Messi (Argentina); Neymar (Brasil), Luís Díaz (Colômbia) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Nilson Cesar (narrador) – Carlos Lampe (Bolívia); Danilo (Brasil), Thiago Silva (Brasil), Marquinhos (Brasil) e Alex Sandro (Brasil); Casemiro (Brasil), Vidal (Chile) e Saavedra (Bolívia); Messi (Argentina), Suárez (Uruguai) e Neymar (Brasil). Treinador: Lionel Scaloni (Argentina). Craque do campeonato: Lionel Messi (Argentina).

Gabriel Dias (narrador) – Emiliano Martínez (Argentina); Corzo (Peru); Marquinhos (Brasil), Thiago Silva (Brasil) e Tesillo (Colômbia); Casemiro (Brasil), De Paul (Argentina) e Lucas Paquetá (Brasil); Messi (Argentina), Neymar (Brasil) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Lionel Messi (Argentina).

José Manoel de Barros (narrador) – Emiliano Martínez (Argentina); Cuadrado (Colômbia), Marquinhos (Brasil), Otamendi (Argentina) e Tesillo (Colômbia); Casemiro (Brasil), Lucas Paquetá (Brasil) e Lionel Messi (Argentina); Neymar (Brasil), Luís Díaz (Colômbia) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Marcio Spimpolo (repórter) – Silva (Paraguai); Molina (Argentina), Marquinhos (Brasil), Gustavo Gómez (Paraguai) e Alex Sandro (Brasil); Casemiro (Brasil), Cuadrado (Colômbia) e De Arrascaeta (Uruguai); Messi (Argentina), Suárez (Uruguai) e Neymar (Brasil). Treinador: Lionel Scaloni (Argentina). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Daniel Lian (repórter) – Carlos Lampe (Bolívia); Giménez (Uruguai), Gustavo Gómez (Paraguai), Marquinhos (Brasil) e Tagliafico (Argentina); Casemiro (Brasil), Vidal (Chile) e Messi (Argentina); Neymar (Brasil), Luís Díaz (Colômbia) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Raphael Thebas (apresentador) – Emiliano Martínez (Argentina); Molina (Argentina), Marquinhos (Argentina), Pezzella (Argentina) e Tagliafico (Argentina); Paredes (Argentina), Lucas Paquetá (Brasil) e Messi (Argentina). Luís Díaz (Colômbia), Neymar (Brasil) e Lautaro Martínez (Argentina). Treinador: Reinaldo Rueda (Colômbia). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Wanderley Nogueira (apresentador) – Emiliano Martínez (Argentina); Cuadrado (Colômbia), Marquinhos (Brasil), Otamendi (Argentina) e Tesillo (Colômbia); Casemiro (Brasil), Lucas Paquetá (Brasil) e Lionel Messi (Argentina); Neymar (Brasil), Luís Díaz (Colômbia) e Lapadula (Peru). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Bruno Landi (produtor) – Emiliano Martínez (Argentina); Isla (Chile), Marquinhos (Brasil), Militão (Brasil) e Acuña (Argentina); Casemiro (Brasil), Paquetá (Brasil), Luís Diaz (Colômbia) e Messi (Argentina); Neymar (Brasil) e Lautaro Martínez (Argentina). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Márcio Reis (produtor) – Carlos Lampe (Bolívia), Danilo (Brasil), Thiago Silva (Brasil), Marquinhos (Brasil) e Alex Sandro (Brasil); Casemiro (Brasil), Vidal (Chile) e Saavedra (Bolívia); Messi (Argentina), Suárez (Uruguai) e Neymar (Brasil). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Guilherme Silva (produtor) – Carlos Lampe (Bolívia); Danilo (Brasil), Thiago Silva (Brasil), Mina (Colômbia) e Estupiñan (Equador); Casemiro (Brasil), Cuadrado (Colômbia) e Lucas Paquetá (Brasil); Messi (Argentina), Neymar (Brasil) e Cavani (Uruguai). Treinador: Tite (Brasil). Craque do campeonato: Messi (Argentina).

Carro de Playboy