mASCARA

Goleiro de equipe chilena é acusado de falsificar teste de Covid-19 para jogar

Por Redação em 14/04/2021 às 19:34:41

O goleiro Alexis Martín Arias, que joga pelo Unión La Calera, equipe chilena que enfrentará o Flamengo pela fase de grupos da Taça Libertadores, é acusado de utilizar quatro testes PCR realizados por outra pessoa em novembro de 2020 para poder jogar mesmo infectado pelo coronavírus. Segundo o escritório do Ministério Público na cidade de Viña del Mar, Arias usou exames feitos pelo também argentino Nicolás Ambrosio para ter um resultado negativo e poder jogar, burlando o protocolo da Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile (ANFP). Outro envolvido no caso é o ex-diretor da federação chilena e atual gerente do La Calera, Martin Iribarne. Os três foram convocados para uma audiência nesta sexta-feira, 16, para que seja formalizada a acusação contra eles e estabelecido o período de investigação e medidas cautelares.

A investigação foi iniciada após reclamações da Secretaria Ministerial Regional de Saúde (Seremi) da região de Valparaíso e do Laboratório Etcheverry pelos possíveis crimes de roubo de identidade e de pôr em perigo a saúde pública. As informações coletadas até o momento comprovam, como declarado no relatório oficial do procurador-adjunto de Viña del Mar, Lionel González, que Arias testou positivo para Covid-19 em 28 de setembro de 2020 e que em quatro amostras subsequentes, colhidas em 1º, 17, 25 e 28 de outubro, ele continuou registrando resultados positivos.

Em novembro, nos dias 4, 12, 16 e 20, ele obteve resultados negativos para o mesmo teste, mas, segundo o Ministério Público, “há presunções bem fundamentadas de que o Sr. Arias tenha sido substituído (nos testes) pelo Sr. Nicolás Ambrosio”. Naqueles dias, Ambrosio personificou Arias no laboratório. O objetivo, na visão da procuradoria, foi obter resultados negativos, o que permitiria que ele voltasse a jogar profissionalmente. “Se as informações forem corroboradas, é uma falha grave, que complicará a situação do futebol chileno. Os responsáveis terão que assumir a responsabilidade”, declarou à imprensa local o secretário regional da Saúde de Valparaíso, Francisco Álvarez.

Unión La Calera enfrenta time brasileiro na Libertadores

O Unión La Calera está no Grupo G, juntamente com Flamengo, LDU de Quito e Vélez Sarsfield. A equipe chilena estreia no torneio no dia 21 de abril contra a LDU e também encerra a participação na fase de grupos contra o time de Quito, no dia 27 de maio. Na segunda rodada, pega o Flamengo no dia 27, no Maracanã, no Rio de Janeiro, e em 11 de maio, no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera. Para fechar a série, o time encara o Vélez nos dias 4 e 19 de maio.

*Com informações da EFE

Republicanos