Republicanos

Produtores da Associação São Francisco comercializam a primeira carga de manivas.

Por Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Itamaraju em 14/12/2020 às 23:18:41

Fruto dos trabalhos desenvolvidos através do Plano de Ação Territorial (PAT) da Mandiocultura, aconteceu nos dias 07 a 10/12 a colheita da primeira carga de manivas da região, uma nova fonte de renda para produtores e um marco para a cadeia da Mandiocultura territorial.

É o empreendedorismo sendo exercido pelos maniveiros integrantes da Rede RENIVA, uma estratégia criada pela Embrapa Mandioca e Fruticultura para a produção de materiais de plantio de mandioca com garantida sanidade vegetal e identidade genética.

Com apoio da Secretaria Municipal de Agricultura de Itamaraju, o primeiro "MANIVEIRO" da variedade CORRENTE foi implantado na Associação São Francisco em 2017, aos cuidados dos agricultores Juarez Gonçalves Viana e Demóstenes Silva Soares.

O sucesso nas avaliações desta variedade, que produziu 85 toneladas de raiz/ha na área experimental, levou a comunidade a investir em uma área comercial, de 2,5 hectares. Após um ano de cultivo e excelente desenvolvimento, surgiu uma demanda inesperada: procura por grandes quantidades de manivas, por regiões que buscam novos materiais genéticos livres de contaminações.

No dia 07/12, a engenheira agrônoma da Polímata Jeilly Vivianne, coordenadora técnica do PAT Mandiocultura no Extremo Sul, fez um treinamento com a comunidade para que este material fosse colhido de forma segura, para não haver contaminação, e a forma de organização do material para formação da primeira carga de 40 m³, foram enviadas as variedades: Unha, Manteiguinha e Rio Grande, além da Corrente, que tomou maior parte da carga, para a cidade de Presidente Olegário, região de Patos de Minas, para empresa Belterra Agrofloresta. O sucesso é tão grande que outras regiões já fizeram contato com o mesmo objetivo.

O PAT Mandiocultura foi apresentado ao Território de Identidade do Extremo Sul da Bahia em 2016 pelo Banco do Nordeste, através da sua agente de desenvolvimento Araildes Martins, tendo como guia o PRODETER, Programa de Desenvolvimento Territorial. Uniu os municípios do Território, que executaram as ações do Plano através das Secretarias Municipais de Agricultura, com apoio de diversas entidades que abarcaram no projeto, como EMBRAPA, Instituto Biofábrica, SDR, Bahiater, Suzano, Polímata, entre outras.

game 02
republicanos 2