Politica

Após calote do Governador do PT Rui Costa, Hospital de Campanha em Teixeira de Freitas suspende atendimento

Por Henrique Peixoto em 24/09/2020 às 14:26:23

Há um ditado popular que diz, "quando a esmola é demais o santo desconfia", pois bem, com esse ditado queremos noticiar a respeito da suspenção dos atendimentos a pacientes de outros município realizado pelo Hospital de Campanha contra o Coronavírus implantado na cidade de Teixeira de Freitas.

O triste fato foi ocasionado após não cumprimento de acordo do Governo do Estado, no repasse de recursos.

Na manhã de quarta-feira (23) de setembro, o secretário de saúde de Teixeira de Freitas, encaminhou um documento notificando a suspenção dos atendimentos do Hospital de Combate ao COVID-19, e fazendo a cobrança sobre os repasses não efetuados.

Em oficio encaminhado ao Secretário Estadual de Saúde Fábio Vilas Boas, através da Prefeitura de Teixeira de Freitas, cobranças foram feitas a respeito do repasse mensal que foi comprometido politicamente para custodiar partes das despesas do hospital no valor de 960.000,00 (novecentos e sessenta mil reais), de modo que pudesse atender, via regulação do estado os municípios que integram o Núcleo Regional de Saúde – NRS9.

O presente que agradaria gregos e troianos se tornou uma grande ruina ao município de Teixeira de Freitas, acumulando prejuízos levando a Prefeitura local arcar com a despesas herdadas de um calote político do Governador do PT Rui Costa.

No oficio especifica ainda que até o presente momento é o município de Teixeira de Freitas, que vem suportando com parcos recursos e com o repasse do Governo Federal, as despesas giram em torno de 1.300.000, 00 (um milhão e trezentos mil reais) mensais.

O município destaca no documento o não cumprimento do contrato 151/2020 assinados pelo governador do estado, que corresponde a cerca de 55% que acumulado pelo fato de não ser efetuado o repasse mensalmente, vem gerando despesas de mais de 3.000.00,00 (três milhões de reais), sendo suportada pelo município, muito embora nenhum paciente da região tenha ficado sem assistência, os reflexos poderão afetar outros setores da saúde pública local.

Com o oficio enviado ao Governo do Estado através da Prefeitura de Teixeira de Freitas, entende-se que a desumanidade do Governo do Estado vem causando grandes consequências aos baianos, diante da postura irresponsável que coloca inúmeras vidas em risco.



game 02