PM e PF desarticulam quadrilha de roubo a banco e quatro morrem em operação no Extremo Sul

Por Por Jornal OSollo em 31/07/2020 às 13:42:28

Uma ação conjunta entra a Polícia Federal e Polícia Militar em Porto Seguro desarticulou uma quadrilha de assaltantes de banco que atuava no extremo sul da Bahia.

Na ação policial, quatro criminosos morreram, sendo um deles o líder de uma das maiores organizações criminosas do estado, conhecida pelo envolvimento com os crimes de tráfico de drogas, assalto a bancos e homicídios.

As Polícias Federal e Militar em Porto Seguro vinham acompanhando a movimentação do grupo há cerca de um mês, quando receberam informações de que uma possível ação de assalto a banco seria realizada na região de Belmonte.

As ações de vigilância foram intensificadas em Belmonte a partir da ação policial desencadeada em Camacan no último dia 22 de julho, que desarticulou quadrilha que planejava assalto a uma agência bancária e que vinha ameaçando parentes de um tesoureiro do banco.

Mortes e apreensões

Na noite de quinta-feira, 30 de julho, policiais militares lotados na Companhia de Emprego Tático Operacional (CETO), do 8° BPM, deslocaram-se a Belmonte para acompanhar a movimentação em uma propriedade na zona rural, que havia sido identificada como possível esconderijo do grupo.

Os indivíduos reagiram à abordagem e, em confronto com a polícia, foram mortos quatro criminosos, dentre eles o Rodrigo Silva Santos, conhecido pelas alcunhas de "Barata" ou "Camelô".

Este era foragido da Justiça, respondia processo criminal por homicídio, e havia sido preso na Operação Replay, desencadeada pela Polícia Federal no ano de 2016, transportando grande quantidade de munições.

Também morreram na ação Erick Matos Rocha, o "Descolado", Juarex Orrico dos Santos e um homem ainda não identificado.

Com os criminosos foram apreendidos: dois fuzis HK 47, calibre 762; um fuzil calibre 556; duas pistolas Glock, calibre 9mm; 17 carregadores de fuzil; três carregadores de pistola Glock; uma granada de luz e som, além de vasta quantidade de munição.

A operação

A operação é resultado de um significativo esforço conjunto na área de segurança pública que tem como objetivo principal desarticular o crime na região de Porto Seguro, enfrentando especialmente as organizações criminosas que operam nos municípios da chamada Costa do Descobrimento, fato que vem resultando em significativo impacto nos indicadores de crime na região.

"Um grande trabalho conjunto, que só reforça a parceria que temos com a PF. Continuamos com o trabalho para identificar e prender outros possíveis integrantes desta organização criminosa", destacou o comandante do 8° BPM, tenente-coronel Anacleto França.

Moto facil