mASCARA

Sombra da Tarde: Um paraíso em Jucuruçu - BA

Por Dr. André em 25/11/2020 às 00:56:28


Há anos, conheci o povoado Sombra da Tarde, Jucuruçu-BA quando fui trabalhar durante as eleições. Fiquei encantado com a beleza geográfica - natural - e com a tranquilidade do local. Simplesmente, um paraíso baiano.

1. História de Jucuruçu

A palavra Jucuruçu é de origem indígena que significa "cobra grande". "Jucuru", tupi: cobra, jacuru ou jucuru; "ussu": grande. Possivelmente o nome foi criado pelos índios por causa das curvas do rio da cidade, que parece uma cobra grande.

Jucuruçu se inicia com a chegada das famílias Rocha e Rodrigues. Estabeleceram-se em meados de 1912. Os patriarcas das duas famílias, respectivamente, eram Ramiro Rocha e José Rodrigues (o "Zé de Du").

Em 1933 foi criada a comunidade, Santo Antônio, através do decreto estadual nº 8531, como distrito do município do Prado. O território foi doado para construção do local por Manoel de Du, filho de José de Du. Antes o local era conhecido como Fazenda Venezuela.

Para unir as duas famílias, houve os casamentos de Manoel de Du e João de Du com Júlia e Maria, respectivamente, que eram netas de Ramiro Rocha.

Em 1938, o distrito passou a ser chamado de Trindade.

Em 1943, por um decreto estadual, o nome foi alterado para Jucururu (com erro ortográfico). Mas o lugar ficou conhecido como Chumbo, pois Manoel de Du e seu irmão, Dely de Du, encontraram um saco de chumbo em um riacho nas proximidades.

Em 10 de maio de 1961 é separado do Prado, passando a pertencer a Itamaraju.

Em 24 de fevereiro de 1989, é elevado a município, e foi realizado a correção do nome: Jucuruçu. Nesse ano, Porfírio Antonio Rodrigues, pecuarista, foi eleito prefeito. Derrotou o favorito, Antonio Rodrigues da Rocha, o "Antonio de Dely" e seu candidato a vice-prefeito, Dilson Pompilho, o "Dilson Ceru". O vice eleito foi Anésio Martins.

Em 1992, Teodolino José Pereira, o "Dola", foi eleito prefeito. O vice foi Gilberto Moitinho, que representou o distrito do Coqueiro. Eles superaram o comerciante Ivan Lacerda.

Em 1996, Porfírio Antonio Rodrigues foi reeleito. A sua vice foi Helenita Moitinho, esposa de Gilberto Moitinho. O candidato derrotado foi novamente Ivan Lacerda.

Em 2000 foi eleita a médica Eliana Cabanas. Seu vice foi o Dola. Superaram Hermes Perin.

Em 2004 foi eleito o Dola que compôs a chapa com Hermes Perin, que foi seu opositor nas eleições de 2000. Derrotou a médica Eliana Cabanas.

Em 2008 foi eleito Manoel do Carmo Loyola, militar. No último trimestre de 2012 foi afastado pela câmara de vereadores. Assim, Gilberto Nogueira da Silva, o vice, assumiu como prefeito, que foi o primeiro gestor da cidade descendente direto de José de Du e de Ramiro Rocha.

Em 2012 foi eleita a Uberlândia Carmos Pereira, bacharel em Direito, derrotando Loyola. O vice foi Paulo Figueiredo dos Santos.

Em 2016, Uberlândia foi reeleita prefeita. O vice foi comerciante Erley Fernandes. Derrotaram o médico Ailton Amorim e o bancário e vereador, Ernandes Rodrigues Jardim.

Em 15/11/ 2020 foi eleito para prefeito, Lili, comerciante, do PSDB. Obteve 50,42% dos votos. Sua vice é Leidian.

2. Características e história do Sombra da Tarde

O povoado Sombra da Tarde se situa no município de Jucuruçu-BA; "Fica aproximadamente a 01h40min de Itamaraju" (se for com carro e sem chuva). Possui uma escola de mesmo nome. No inicio havia mais moradores, mas deixaram o lugar em busca de emprego e uma vida melhor.

Segundo Pregão, um dos primeiros moradores do Sombra da Tarde, que faleceu em 24/11/2020, o local foi originado em 1964. Foi doado por "Zé Preto". Havia "70 ou 80 famílias". Atualmente só existem 7...

Edvaldo Guimarães Dias, conhecido como Pregão (08/08/1945 a 24/11/2020)

As fontes de renda são a pimenta, gado e café. Este é cultivado em grande escala pela Fazenda Bom Sossego, onde alguns moradores trabalham para ela, que foi instalada em 1993. É de propriedade de Carlão.

Em 14 de novembro de 2020 foi instalada a energia elétrica. Antes o local era movido por gerador (de propriedade da fazenda).

Conclui-se, então, que apesar de a questão econômica ser o principal motivo para a saída das famílias, o Sombra da Tarde, sem dúvida, é um paraíso natural. Merece um investimento!








Fontes consultadas:

Moradores do Sombra da Tarde

História de Jucuruçu - CM Rubim

https://camararubim.mg.gov.br/conteudo/2

Escola Municipal Sombra da Tarde

https://www.escol.as/130165-escola-municipal-sombra-da-tarde

Por André Luiz Alves de Souza

Psicanalista desde 2009, Itamaraju-BA e Salvador, atuando também na Policlínica de Itamaraju, Monte Sinai e Fisioderm. Atualmente, atende online. Whatsapp: (73) 99973.6482 ou www.atendimentopsicanalise.webnode.com

25 anos como professor dos ensinos fundamental II, médio (Salvador e Itamaraju-BA) e superior (Itamaraju, Teixeira de Freitas e Caravelas).

02 anos como Coordenador de Educação do MST-Bahia (1997 a 1999).

03 anos como desenhista projetista, atuando na CONCRETA e CONCREMAT, Salvador – BA.

Graduação em Licenciatura em Filosofia: Universidade Católica do Salvador (UCSal)

Período: 1989 a 1992

Graduação em Bacharelado em Filosofia – Universidade Católica do Salvador (3 matérias trancadas)

Pós Graduação em Psicopedagogia: Vale do Cricaré.

Formação em Psicanálise: Escola Superior de Psicanálise (ESPO) – Vila Velha - ES

Período: 19/10/07 a 06/11/09

Licenciatura incompleta em Matemática

Estudante de Psicologia: Faculdade Pitágoras

Período: 2018 a 2023

CURSOS DE EXTENSÃO

Gestão e Políticas de Saúde: Pitagoras - 120h. (2020)

Ética para Profissionais da Saúde: Pitagoras - 120h. (2020)

Matemática Financeira para Análise de Riscos: Pitagoras - 120h. (2020)

Políticas de Atenção Básica em Saúde: Pitagoras - 180h. (2020)

Pscologia Aplicada ao Direito Penal : Pitagoras - 120h. (2020)

Críticas, sugestões de temas, títulos e assuntos: [email protected]

https://www.instagram.com/andre.psicanalista.professor


Republicanos