19/06/2018
Um homem “afeminado” pode não ser homossexual?


É possível, sim, um homem possuir gestos femininos e não ser  homossexual, desde quando existe uma diferença entre orientação sexual e identidade de gênero, embora possam estar interligadas em certos  casos.  

A orientação sexual se dá quando uma pessoa sente atração física por outra do mesmo sexo. A identidade de gênero ocorre quando um homem, heterossexual (se relaciona sexualmente com mulher), possui gestos femininos ou sente prazer em usar roupas de mulheres. 

Ambos os casos, que foram citados no parágrafo anterior, dependem de cada individuo. Mas no caso da voz “fina” existe uma explicação biológica.   

Segundo o médico otorrinolaringologista, Allex Itar Ogawa, extem três motivos mais ocorrentes para a existência da voz fina masculina; 1- hormonal onde existem pequenos níveis de testosterona (hormônio sexual); 2- quando adolescente, o indivíduo não se adequa ao novo tom de voz, optando por manter a voz fina; 3- a voz continua infantilizada pelo medo de crescer.

Quais as maneiras para engrossar a voz? Realizar uma avaliação com o fonoaudiólogo, com TRATAMENTO CLÍNICO FONOTERÁPICO. Se não houver resultado positivo, realizar tratamento denominado, TIREOPLASTIA TIPO III, que é um procedimento cirúrgico.

Mas o médico salienta que o tratamento clínico ou o cirúrgico será requisitado para os indivíduos incomodados com as suas vozes finas.

No caso de se vestir de mulher, existe o termo "Crossdresser" (CD), que se significa, ¨vestir-se ao contrário¨. Essa expressão foi importada pelo Brasil em 1997. Os motivos que levam um homem a se vestir com roupas do sexo contrário são complexos; depende de cada um. Alguns podem ter gestos femininos, e outros, não.

Citam-se alguns casos (do primeiro ao terceiro, são relatos revelados ao site Terra).

1º CASO. “Uma Crossdresser¨, Veronika, com gestos de mulher, falou que o interesse pelo universo feminino se originou na infância”. "É uma coisa que vem antes de você ter uma identidade sexual".

Ela, que desde os seis anos de idade sentiu desejo de participar do universo feminino, revela que o crossdressing é uma prática baseada no gênero, e não na sexualidade.

2º CASO. Solange Elizabeth Pearly é uma CD desde criança. É aposentada, reside no ABC paulista. Hoje se veste como quer, mas não era assim no passado. É divorciada,  tem dois filhos. No período que conviveu com a família e desde o mundo infantil, nunca revelou sua “essência”. "Minha mulher não conseguia entender algumas necessidades femininas que eu tinha", disse.

Muitas vezes, Solange era “flagrada” se depilando ou tirando a sobrancelha. Sua esposa não gostava e discutiam. Um dia, a sua parceira pediu para se divorciar.

3º CASO. Márcia Souza é uma CD que tem apoio da família. A sua esposa que não gosta de sua situação, mas aceita o fato dela se produzir como mulher. .

Ela afirma que não sabe os motivos que a levou a ser o que é. Sua vontade não é se tornar uma mulher em tempo integral. Tem consciência que é um homem vestido de mulher.

4º CASO. Uma pessoa X, sexo masculino, possui uma voz mais “fina” do que os demais, com algumas gesticulações femininas. Se veste dentro da cultura masculina. Não sente atração sexual por homens, e é casado com uma mulher.

Conclui-se que é possível um homem se vestir como mulher, ter jeitos femininos ou ter voz fina sem ser homossexual. Pode ter uma orientação sexual “hetero” onde se relacione sexualmente com mulher.    

Fontes consultadas:

Homens femininos

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI81311-15230,00-HOMENS+FEMININOS.html  

Mesmo com rótulo de ‘afeminado’, hétero convicto nunca fingiu ser macho alfa

https://www.geledes.org.br/mesmo-com-rotulo-de-afeminado-hetero-convicto-nunca-fingiu-ser-macho-alfa/  

Disfonia funcional psicogênica por puberfonia do tipo muda vocal incompleta: aspectos fisiológicos e psicológicos

http://www.scielo.br/pdf/estpsi/v26n2/10.pdf  

Homens com voz fina

http://rsaude.com.br/londrina/materia/homens-com-voz-fina/5467    

Por que tanto homem se fantasia de mulher

https://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/ruth-de-aquino/noticia/2014/03/por-que-tanto-homem-bse-fantasia-de-mulherb.html  

Macho versus Macho: um olhar antropológico sobre práticas homoeróticas entre homens em São Paulo

http://www.scielo.br/pdf/cpa/n28/09.pdf  

Conheça os crossdressers, homens que se vestem de mulher

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/homem/conheca-os-crossdressers-homens-que-se-vestem-de-mulher,3a1875844d137310VgnCLD100000bbcceb0aRCRD.html  

ORIENTAÇÃO SEXUAL NA IDENTIDADE DE GÊNERO A PARTIR DA CRÍTICA DA HETEROSSEXUALIDADE E CISGENERIDADE COMO NORMAS

https://periodicos.unifap.br/index.php/letras/article/viewFile/3073/pdf

● Por André Luiz Alves de Souza

● É psicanalista. Atende na Clinica Fisioderm. Cel.: 73 99973.6482 (Vivo-com whatsApp); 73 98829.7602 (Oi).  

● É professor concursado.

● É psicopedagogo.

● É licenciado em Filosofia; pós-graduado em Psicopedagogia; formado, clinicamente, em Psicanálise.

● É professor de cursos para concursos e convidado de faculdades.

 ● Licenciatura incompleta em Matemática.

● Escreve para o site, www.cocobongo.com.br.

● Críticas, sugestões de temas, títulos e assuntos: drandresouza@hotmail.com.

 

 

 

Anuncie Aqui Empresa Contato Equipe