24/12/2016
Qual a diferença entre presente e objeto?


O presente é concreto ou abstrato que simboliza algum tipo de sentimento. O objeto é algo empírico, concreto que possui uma utilidade objetiva ou subjetiva.

Todo presente é empírico ou algo abstrato que simboliza diversas emoções e sentimentos. O objeto é algo que não necessita de simbolismo.

Exemplo 1: A geladeira está velha. O marido decide comprar outra. Esse caso se refere à compra de um objeto. 

Exemplo 2. A geladeira está velha. Na noite do natal, entre 24 e 25/12, o “esposo” dar esse objeto à esposa. Essa doação simboliza um ato de presentear. O objeto deixa de ser ele próprio e se torna um presente, pois foi dado numa data que se comemora o aniversário de Jesus, e simboliza a união da família.

Exemplo 3. Uma namorada rica sabe que o seu namorado gosta da banda CPM 22. Por isso, na data do aniversário dele, ela contrata o grupo e o presenteia com o show ao vivo da banda. Esse é um caso de um “presente abstrato”, não palpável, pois a banda não é um objeto; apenas realiza um som que agrada o presenteado.  

Alguém que presenteia o outro como obrigação ou retribuição é correto? Sim. O ato é motivado pela aceitação aos costumes. Aquele que dar o presente, sendo obrigado, se sente culpado, caso não o faça..., pois quer saciar o desejo do outro.

Alguém recebe um presente, e não gosta. O que fazer? O ideal é que o presenteador conheça alguma coisa sobre o presenteado. Mas, referente à pergunta, quem ganhou, recebe e não comenta. Depois dar para outra pessoa. Quem presenteia merece ser olhado de uma forma carinhosa ou respeitosa. Presente é presente. Objeto é objeto.

È correto o presenteado saber o preço do presente? Não, enquanto rito (“ritual social”), pois o ato de presentear é um costume que simboliza diversos sentimentos, os quais não possuem preços. São subjetivos. Dinheiro “tem conotação objetiva”. Mas se houver muita intimidade entre as pessoas envolvidas, depois é possível se revelar o valor financeiro... 

È errado dar um presente numa sacola de supermercado ou num papel “comum”? Vão depender dos valores sociais, morais e religiosos de cada um. Se num grupo social houver esse costume, é normal. Essa pergunta é interessante. Se for um supermercado frequentado por classes sociais mais altas, a sacola terá um valor simbólico de um recipiente para presente. Há sacolas de lojas “conceituadas no mercado” que também servem para presente.

Mas para não correr risco, é sugerido que seja colocado numa embalagem especifica para tal.  

Dar dinheiro como presente é salutar? Sim, vai depender também dos costumes de cada um. O presente é subjetivo; pode ser qualquer coisa.   

Conclui-se que o presente é algo simbólico, que se diferencia do objeto ou de uma coisa. É motivado por qualquer tipo de sentimento, como, por exemplos: “datas comemorativas”, carinho, amor, amizade, consideração, gratidão, obrigação e reciprocidade, etc. Enfim, presente é simbólico, e o objeto, não.  

 

Mais informações sobre o assunto:

Vale-presente: Como Fica a Dimensão Simbólica do Ato de Presentear?

http://repositorio.ufla.br/bitstream/1/1634/1/TRABALHO_Vale-presente%3A%20como%20fica%20a%20dimens%C3%A3o%20simb%C3%B3lica%20do%20ato%20de%20presentear.pdf

SIMBOLOGIA DOS PRESENTES

http://www.portalmundook.com.br/portal/?p=4370

Significado de Presente

https://www.significados.com.br/presente/

Críticas, sugestões de temas, títulos e assuntos: drandresouza@hotmail.com.

● Autor: André Luiz Alves de Souza

● Dr. André é psicanalista. Cel.: (73) 99973.6482.

● É professor concursado, mas trabalha no PROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA - PSE, atendendo alunos da rede municipal à Policlínica.

● É psicopedagogo.

● É licenciado em Filosofia; pós-graduado em Psicopedagogia; formado, clinicamente, em Psicanálise.

● É autor de contos.

 

Anuncie Aqui Empresa Contato Equipe